ANTIGAS ORAÇÕES POPULARES AO ANJO DA GUARDA

Inserimos aqui algumas antigas orações populares que se rezavam e aprendiam, sobretudo nas noites de inverno, ao redor da lareira. 

1.

Anjinho da minha guarda,

Semelhança do Senhor,

Que do Céu foste mandado,

Meu amparo e guardador;

Guardai-me ó anjo bendito,

Por o vosso santo poder,

Daquele laço maldito

Ajudai-me a defender.

Deus comigo e eu com Ele,

Deus adiante e eu atrás d´Ele.

Pelo poder que em ti mora

Não me deixes nem uma hora

Sem festas, sem alegria...

Em vosso louvor

Padre-nosso e Avé-Maria,

Para viver e reinar

Sempre em vossa companhia!

2.

Anjinho da minha guarda,

Semelhança do Senhor,

Para mim foste criado

Para ser meu defensor

Peço-te, anjinho bendito,

Pela tua graça e saber

Que me livres do demónio

E de todo o seu poder.

3.

Anjinho da minha guarda,

Meu amigo e companheiro,

Peço-te que não te afastes de mim,

Que me leves a bom fim,

Entregues a minha alma

Ao verdadeiro Senhor

Como ele me entregou a ti,

Meu anjo, real guardador.

4.

Ó Anjo da minha Guarda,

Minha doce companhia,

Guardai-nos esta noite,

E amanhã todo o dia.

Querido Anjo da guarda,

Meu guia e meu defensor,

Rogai sempre a Deus por mim,

Por qualquer parte onde eu for.

Anjo meu, faz sentinela,

Dentro do meu coração,

Que o pecado, se entra nele,

É a minha perdição.

Em honra de São Miguel

que nos livre de todas as tentações,

em honra de São Rafael

que nos dê boa companhia,

Em honra de São Gabriel,

que nos dê boas notícias.

5. 

Anjo da guarda divino

Semelhança do Senhor,

Peço-te ó anjo amigo

Que não te afastes de mim.

Que me livres de má morte

E me guardes p´ra bom fim,

Quando minh´alma sair

Deste cárcere pecador.